Publicado por: miwi | outubro 17, 2007

Garotas Gamers?

Na IGN, foi postada uma tradução com comentários da Conferência da Nintend0 2007.

Tem muita coisa interessante, desde Sonic sendo o novo personagem anunciado de Smash Bros Brawl, Final Fantasy para ser comprado por 15 dólares no WiiWare, Motocicletas no Mario Kart Wii, possibilidade de usar o Everybody Votes Channel para dar notas aos jogos que você já jogou…

Mas tem outra coisa que me chamou a atenção na conferência, nesta parte aqui:

13:56: For each household, the DS has 3.0 users, the Wii has 3.5 users. DS has a 53% female user base. Wii has a 51% female user base.

Percebam aquelas porcentagens: METADE dos jogadores dos consoles da Nintendo são mulheres. E como o Wii e o DS vendem MUITO, isso é UM MONTE de mulher jogando. xD

Eu acho isso interessante, até porque eu adoro observar tendências, comportamentos, etc…mas o que exatamente dizer a respeito? Oras, mulheres que jogam me interessam por um motivo um tanto quanto óbvio: é uma minoria à qual eu pertenço! Embora o estereótipo de mulheres que jogam apontem, geralmente, para aquelas garotas molecas que adoram explodir seus amigos em fps como Counter Strike (há um gostinho especial em ver a cara indignada de um colega ao perceber que foi atingido por uma mulher, ó absurdo…) ou para aquelas mais meigas que se deliciam com The Sims e Nintendogs, duas franquias que eu particularmente não suporto, e eu não caio em nenhum desses estereótipos, já que não curto fps NEM esses… sei lá qual a definição que abrangeria Nintendogs e The Sims… :p

Em todo caso, eu me lembro de ler que as garotas não jogavam porque simplesmente não faziam jogos para elas. Menininhos brincam de guerrinha e de pega-pega e de mata-soldado quando são pequenos e depois eles tem fps, adventure-melees… uma sucessão natural. Mas até pouco tempo atrás, o que as garotas tinham? Garotas que jogavam eram porque “gostavam de coisas de garoto”, não porque houvesse jogos feitos para elas.

Daí o sucesso de jogos como The Sims e Nintendogs entre garotas: são jogos que podem ser “sucessões” naturais de suas brincadeiras de casinha.

Dado os jogos mais voltados a um público mais amplo do DS e do Wii (o DS especialmente… de jogos de cozinhar a rpgs, de jogos de tocar tambor a minigames para conquistar uma garota, passando por Sim City e o óbvio Nintendogs), tem-se um sucesso muito maior desses consoles entre as mulheres do que seus concorrentes “para macho” PS3, XBOX 360 e PSP, já que todo grande jogo desses consoles acaba por “assustar” garotas que não estão interessadas em sanguinolência e jogos realistas de corrida ou rpgs ultra sérios.

Novamente, trata-se de uma generalização, já que nem toda garota gosta só de jogos como The Sims e Nintendogs ou gosta de explodir seus amigos em fps, aliás, eu mesma sou um caso desses… Mas como comecei o post falando em números, acho que falar em “maiorias” é razoável – não estou falando que tudo ocorre conforme descrito para todo mundo, mas para a maioria… e quando se fala em números e estatísticas, sim, é a maioria que interessa.

Eu já havia percebido esse aumento no número de jogos voltados para mulheres, ou melhor, para um público mais amplo que incluía as mulheres, mas não havia me dado conta de que as coisas já haviam chegado a tal ponto até ler essa notícia.

Será que a indústria dos videogames (finalmente) percebeu o potencial do público feminino? E de outros públicos além dos que sempre jogavam como viciados e eram geralmente taxados de “nerds”? Parece que sim. Parece se tratar de uma revolução na percepção de seu público parecida com a que ocorreu com as marcas de carro: perceberam que a opinião da mulher vale MUITO na hora de comprar um carro (falo aqui de carros, mas algo assim tem ocorrido em quase todos os setores da indústria, que até pouco tempo atrás ignoravam o público feminino por não ser ele o dono do dinheiro…) e resolveram investir em propagandas, designs e detalhes que chamavam a atenção desse público – que afinal de contas, tem o costume de ser bem mais exigente do que o público masculino.

Com a Microsoft investindo no seu público cativo mais forte, que é o homem jovem (geralmente solteiro), do jeito que está, com marketing maciço em cima de jogos como Halo 3 e suas três versões (Normal, de Colecionador e a de Colecionador Megalomaníaco) – marketing TÃO maciço que levou pessoas do ramo de cinema a culparem Halo 3 pela baixa de pessoas que foram ao cinema no mesmo período do ano passado na época do lançamento do jogo, a Nintendo investindo no seu público mais amplo do jeito que está (se você acha que estou falando abobrinhas, por favor, verifique o Nintendo DS e sua variedade de títulos… o Wii está seguindo pelo mesmo caminho, caros, ou vocês acham que a Nintendo iria jogar a fórmula de como fazer dinheiro fora?) e a Sony… bom, se a Sony conseguir fazer de seu PS3 o próximo PS2, já teremos muitos gamers felizes ao redor do mundo, enfim, com essas três grandes empresas tomando rumos diferentes entre si mas que acabam por ter um efeito parecido no caso de termos um número cada vez maior de jogadores e de pessoas que sabem o que são jogos de videogame e sabem pelo menos o básico do que há de mais atual, bom… eu fico na expectativa. 🙂

Expectativa de saber como estará o mercado de videogames nos próximos anos… a indústria dos videogames já movimenta mais dinheiro do que a indústria do cinema, já existem jogos que custaram tanto para serem feitos quanto super produções de cinema… o que vem depois? Você podendo discutir com uma pessoa qualquer sobre os próximos lançamentos? Convidar os amigos para jogar videogame em casa deixará de ser um programa puramente nerd?

E as garotas gamers? Irão preferir seus jogos como The Sims para sempre ou passarão a dar mais atenção a outros jogos e irão jogar jogos que nunca cogitaram só porque um dia houve quem fizesse jogos que chamaram a sua atenção? Algumas jogarão por algum tempo e depois irão abandonar os jogos, outras irão preferir jogos “meigos” para sempre, outras irão ampliar seus gostos… tudo isso irá ocorrer. Mas qual será a maioria? Qual será a maior fatia dessa população, a que irá realmente ajudar a girar a roda da indústria dos videogames?

Hmmm… não sei até onde terminar um post sobre esse com mais indagações do que respostas é válido, mas, por ora, creio que já expus o que desejava – queria mostrar algumas idéias soltas sobre este tópico e jogar algumas perguntas no ar. Por hora, as respostas a essas perguntas são apenas suposições, mas, daqui a alguns anos…

Em alguns anos, tanta coisa muda… numa nota totalmente fora desse assunto: quem mais da era 16-bit ficou comovido com a oportunidade de finalmente ver um embate entre Sonic e Mario? E viva Smash Bros Brawl! E viva Mario & Sonic at the Olympic Games! São dois jeitos que eu vou ter de qualquer jeito, nem que seja pelo valor histórico… 🙂

Woot!Woot! para vocês! =*

Anúncios

Responses

  1. nhaaaaaaaaaaaa
    minha linda namorada gamer
    a mais perfeita
    hauhuahuahuhahuhaa
    acho q aqui em casa é o contrario, o namorado nao se interessa taaaaanto por video game, prefere esportes e outras coisas, hauhuahhauahuauha
    e lembrando, foi vc q me deu o ds ainda (q eu amei, xDDDDDDDDD)
    a mais linda minha anjinha
    respondendo algumas perguntas…
    convidar os amigos para jogar video game em casa sempre será progama de nerd, nao q nao seja legal e talz, mas q sempre será, isso vai, q nem fazer lan e ficar horas na frente do pc tbm sao, hahuahuhauhahua
    e pra maioria dos nerds, tomara q o publico feminino goste dos jogos, afinal, em qualquer revista tem uma pagina extra com uma garota razoavelmente bonita (nunca tao linda quanto minha namorada) se achando a jogadora de video game para os nerds ficarem babando, HUAHUHAUHAUHUHAA
    e eu acho isso engraçado mesmo sendo nerd por tabela, xD
    e winning eleven para wii *______*
    nao vejo a hora de lançar, uhauhuhauha, ou vou ter q juntar dinheiro para comprar um xbox 360
    o importante mesmo, é q a minha namorada ainda vai ganhar de mim nesse jogo (poxa, ela joga muito bem video game, e apesar de ainda ficar falando q sou melhor q ela, é pura mentira, tanto q ela ganha de mim em altos jogos, mas we ainda nao, ehehehehehe)
    e acho q é isso mor mor
    vc tera muitos jogos ainda pela frente sabia???
    e eu farei carinho e suco de laranja pra vc enquanto vc joga, xDDDD
    e sabe pq??
    é pq…
    TE AMOOOOOOOOO
    MAIS
    E MAIS Q TUDOOOOOO
    *ENCHE DE BEIJOS*
    :*************:

  2. Eu li alguns pedaços do post xD leitura dinamica sabe? Porque eu nao entendo de jogos e coisas assim. Não que eu não goste, mas o preço dos consoles não condizem com a minha carteira. Mas Cincin, como estudante publicitária eu te digo: só recentemente as empresas tem descoberto o potencial do publico feminino.

    A verdade é que pouco a pouco está sendo derrubado o mito que mulher e tecnologia nao combina. Hoje mesmo eu estava vendo uma matéria da animepro comentando sobre as vendas dos mangás para celulares (é um tema que eu ando pensando em usar de tcc e por isso tenho acompanhado) e a maioria desse publica é feminino. Agora, por lá está explodindo os livros por celulares. Um mercado que vai movimentar no ano que vem cerca de 300 milhões de dólares, sendo que nem existia há 5 anos atrás.

    Ou seja, é a descoberta que o publico feminino tem potencial para comprar tecnologia sim, só basta venderem o que elas querem o.o

    =***

  3. Mas tem umas notícias que me preocupam… dizem que nao sei quantos 60% dos donos de wii no japão não estão mais jogando… acredito que seja só uma notícia flamer, mas vai saber… se isso acontecer mesmo, a casualidade nos consoles de mesa pode vir a não durar muito, e logo não haverão mais tantos jogos pra massa… E aí? Estaria o futuro dos games nos portáteis?

  4. Jogos casuais precisam de ambientes casuais, por isso o wii vai falhar. xD

    brincadeiras a parte, é idiotice da parte da nintendo e das mulheres “se pagarem” por ter público feminino, nada mais natural, errado é não haver mulheres jogando, como é o comum, mas aos poucos elas vão tomando parte tambem, não há nada de impressionante nisso, afinal os sexos são iguais, se os homen~são 60% pouco importa, agora as mulheres são 51% é motivo de festa?

    Viva a igualdade sexual e o não-puxa-saquismo para com o sexo feminino

  5. aliás o wii é o portatil com menos jogos

  6. E que portátil, não acha?
    Destruidor de caixas verdes…

    E desde quando a Nintendo se paga por isso?
    Você tá viajando =)

  7. Se ela anuncia, como relata o post, está se pagando

  8. Não está se pagando não.
    Está “apenas” percebendo uma mudança no mercado de games. E caso você não tenha percebido ainda, não mais apenas punheteiros espinhentos que jogam videogames. Hoje o público está muito mais amplo, e não é por nada não, mas é “culpa” da nintendo. E isso não é querer ser flamer, isso é fato.

  9. Acredito que está exagerando, toda as empresas tem responsabilidade na mudança do mercado, muito pouca, é a sociedade que está mudando mais, e a parcela de garotas jogando é apenas reflexo disso, mulheres estão se libertando de correntes, VG é coisa de menino e coisas assim.

    Se você acha que a nintendo é a culpada deveria assistir anúncios da sony e MS e nintendo de meses atrás, onde já anúnciavam assim, todas as plataformas tem taxas parecidas de meninas/meninos jogando, não é exclusividade da nintendo.

    Procure por uma galera…gamerchix, elas adorariam esfregar nossas bundas em nossas caras em halo 3 xD

  10. Ãliás, o que halo 3 tem que atrais tantas mulheres?

    Nunca vi jogo tão lotado de calcinhas!

    Segundo a Bungie, nem eles sabem explicar, mas aparentemente deve ser pelo fato de masterchief ser quase mudo, então qualquer um entra no personagem, inclusive mulheres.

  11. Eu falei que a Nintendo é a única?

    Vai me dizer que o público casual está no 360 e ps3? Está, né?

  12. […] 360, console lotado de testosterona, terá jogos para o grande público. Confira um post bacana no Disk Chocolate. […]

  13. Meu deus, está havendo uma discussão no meu blog xD
    * nunca havia presenciado isso xD *

    Enfim, o Rodrigo tem razão: não é questão da Nintendo “se pagar” que tem um bom público feminino, é questão de perceber a mudança e, claro, ficar feliz com ela – eu fico bastante feliz em ver que FINALMENTE estão prestando mais atenção no público feminino 🙂

    É claro que existem mulheres que chutam bundas em jogos como Halo, mas vá dar uma olhada no percentual homemxmulher que jogam e você irá ver que as mulheres são minoria. É claro que, com mais de 3 milhões de jogadores de Halo 3, teria de ter algumas mulheres chutando traseiros masculinos, né? 😉

    E dizer que na época do PS2 existiam tantas mulheres jogando quanto hj, com o Wii e o Ds, é não querer enxergar o óbvio 😉

  14. cincin xD olha! ta tendo bate boca aqui!

    o_o o importante é que eu ainda não descobri COMO os japoneses conseguem ler mangá em uma tela pra celular U_U Mas eu vou descobrir! E vou descobrir como se fazer publicidade pra esse publico! e vou fazer meu tcc disso xD por isso, se vc encontrar alguma informação, manda pra mim? =D

    xD e atualiza aqui.
    =****

  15. Fecharam o pau bonito. XD

    Istas de cú é rola.

  16. Segundo algumas pesquisas, somente nos US and A 117 milhões de pessoas jogam games, desses, 56% jogam online, e dessa parcela online, 64%% são mulheres.

    O wii está abaixo da média.

    Só em Halo 3 43% dos jogadores são mulheres. “Só em halo 3” em NEGRITO, por que na soma de tudo é bem mais que isso, chegando perto dos 60%, ultrapassando outros consoles.

    antes de dizerem que o Wii é o culpado por essa expansão na participação feminina com jogos casuais é bom pesquisar a concorrencia.

    Não é porque os jogos são simples que a mulherada vai comprar, é diminuir o senso crítico delas.

    Não digo que o 360 é o culpado sozinho, aliás, como disse em comentários anteriores, a sociedade está mudando e tornando as mulheres mais livres para jogar, e não os jogos que estão mudando e atraindo mais mulheres.

    fontes: http://www.news.com/2100-1043_3-6123172.html

    http://www.firetop.co.uk/2007/04/09/female-gamers-taking-over-online/

    e outros sites que fazem pesquisas.

    Sim o 360 tem mais mulheres jogando que o Wii, pelo menos em “%”.

  17. NÃÃÃÕOO FIZ UM MEGA COMENTÁRIO E ACHO QUE O WORDPRESS ENGOLIU

  18. Nao tem problema. No mínimo era um comentário ista e dispensável =P

  19. Dá uma verificada no akismet, ele deve estar com meu comentário guardado por possível spam

  20. Vc tinha razão Lucas, tinha ido parar no akismet. Mas agora tá aí seu comentário :p

  21. Respondendo ao comentário do Lucas:

    No início do post eu falei que existem essencialmente dois tipos de garotas gamers: as que gostam de chutar bundas em jogos de tiro online, e as que gostam de jogos mais meigos e casuais.

    O sucesso do Wii se deve ao segundo grupo de gamers, e o sucesso do fps online entre mulheres se deve ao primeiro grupo.

    Ou seja, o que você falou corrobora a minha teoria, embora eu só tenha dado atenção ao segundo grupo no meu post :p

    Mas valeu pelo toque, se futuramente eu voltar a esse assunto, eu posso falar um pouco mais sobre o sucesso da Live entre mulheres e tal 😉

  22. Que bom que achou, tava triste de meu comentário ter sumido \o\
    Nunca duvidei de sua teoria de que as mulheres estivessem invadindo a área dos games, muito pelo contrário, acho ótimo elas estarem fazendo isso.

    Só não concordava que achassem que só a nintendo fosse a culpada, ou a maior culpada disso tudo, quando basta uma olhada na grande parcela she-gamer de outros consoles e até PC’s para ver que o Wii apenas acompanha essa evolução.
    Com certeza trouxe pessoas para o mercado de games com sua abordagem casual, e com isso mulheres tambem, mas não só mulheres. os outros consoles tem tantas mulheres quanto o wii, senão mais, pelo menos em porcentagem.

    (mais um para o akismet

  23. Alias meu discurso deve ser péssimo, as pessoas sempre me entendem como ista. Quando apenas quero mostrar que o mundo não é só Wii e PS3

  24. Entendo, Lucas.
    Mas acho que o Wii tem mais crédito enquanto console por suas gamers femininas do que os outros consoles… é mto mais a Live a responsável pelo sucesso entre as garotas do que o XBOX 360… no próprio link que vc colocou fala isso, que a proporção homem/mulher no console é de 2 para 1… É na live que a coisa muda… 😉

  25. mas onde está a live? no 360.

    argumento invalido, seria o mesmo que dizer que o wii não tem culpa, o que tem culpa são os jogos casuais.

    Nada a ver xD


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: