Publicado por: miwi | março 19, 2008

[Diário Gamedev] Como estão as coisas por aqui

O meu projeto anterior, aquele de criar equações com uma série de números, está temporariamente parado até eu descobrir um algoritmo razoável para a geração das séries. As possibilidades que eu pensei seriam muito trabalhosas, e eu resolvi pensar um pouco melhor antes de sair digitando 300 linhas de código.

Se algum gênio dos algoritmos passar por aqui e tiver alguma sugestão, sou toda ouvidos ;p

Estou com outro projeto, de um adventure.

Como o tipo de adventure que eu mais sinto falta são aqueles no qual você tem de pensar horrores e ainda se sente preso à história, eu vou tentar fazer algo assim. Se eu vou conseguir são outros quinhentos :p

Mas se eu conseguir fazer do jeito que eu quero, vai virar um estudo de caso em vários tópicos :p

Um: uma alternativa para a obtenção de recursos para o jogo: correr atrás de imagens (que eu estou catando no Wiki Commons, viva a licença Creative Commons e outras licenças livres ;p), e editá-las no Gimp para que elas pareçam ilustrações. Para os personagens, eu tive uma idéia legal ontem: usar o Construction Set do Oblivion, no PC do meu namorado, para conseguir personagens que eu possa mudar a expressão, pegar imagens em diferentes ângulos e ainda conseguir uma imagem de corpo inteiro. E, assim que eu aprender a mexer melhor naquela porcaria, acho que dá até para esboçar algumas animações no jogo.

Minhas primeiras tentativas vocês viram no último post, e aqui estão dois “screenshots” imaginários que eu fiz no Gimp para começar a imaginar o jogo:


(cliquem na imagem para vê-la maior)

screenshot_cenario_vilarejo.jpg

OK, a única coisa que provavelmente vai ficar da cena acima é o cenário. O velhinho eu adorei, mas não vou conseguir um “corpo” para ele, so, yeah. E o balão de diálogo está com uma aparência aleatória, so, yeah. Mas digam o que vocêa acharam, como eu poderia fazer… :p

cenario_casa_01.jpg

Aqui está uma que pode ser mais próxima do jogo real, por já ter um personagem na tela, e uma face correspondente. Sim, as frases são aleatórias, e essa personagem provavelmente não vai aparecer no jogo, já que ele se passa nos tempos atuais :p Mas… seria algo assim.

Aliás, obrigada à LaHy por ter me dito para borrar/desfocar as bordas do personagem para que aqueles pixels malditos das bordas não saltassem à vista :p Minha professorinha querida, vocês não acreditariam em como ela já me ajudou com esse lance de imagens (e outras coisas também, mas isso não vem ao caso :p).

Ah, e tem cenário solto, que eu acho que ficou realmente… bonitinho. Está aí:

pasto.jpg

Bucólico, não? 🙂

Gostaria que vocês me dessem uma opinião: esses cenários parecem… consistentes? No sentido de que, você acharia natural a transição entre eles? Ou pareceria que cada cena foi feita por um artista completamente diferente, e que eles não conversaram entre si sobre o estilo do jogo? A idéia é fazer algo que seja o mais consistente possível, mas acho que não vou conseguir isso numa primeira tentativa.

Já tenho algumas idéias razoáveis sobre o jogo, mas não sei se deveria mencioná-las já por aqui… vocês estão curiosos? 😉

Aliás, aceito sugestões que me ajudassem a esquematizar os diálogos… existe algum programa que poderia me ajudar a esquematizá-los? No sentido de formar árvores, e de ligar ramos de diálogos completamente diferentes no sentido de dizer “ei, e quando esse personagem te der essa informação, você vai poder conversar sobre isso com aquele outro”?

Anúncios

Responses

  1. Sobre ferramentas: Celtx e FreeMind, ambos, viva!, free! O primeiro é uma ferramenta focada em roteiro/cinema e a segunda é para mapa mental. Acho que pode te ajudar um pouco (se não, ao menos você conhece mais duas ferramentas gratuitas bacanas). Uma buscada rápida no Google e você encontra os sites oficiais (não lembro se ambos estão no SourceForge).

    Sobre os cenários, achei um pouco inconsistente talvez pelos filtros utilizados, mas até aí, quem sou eu pra falar isso? (melhor uma opinião de algum artista artista mesmo hehe). Já pensou em fazer algo minimalista ou estilizado?

    No mais, quero ver um (todos, melhor) de seus projetos sendo lançado!

  2. Opinião de amador: Eu gostei dos cenários. Pelo menos o tema está bastante consistente.

    Quanto a arte, não posso dizer nada, já que não sou especialista no assunto.

    Também gostei do velhinho. Você pode usar a estratégia de construir um personagem genérico no Oblivion e o velhinho aparecer quando vc for falar com ele. Até os grandes jogos fazem isso.

    Também sinto muita falta dos “point&click”. Na hora de programar, tenta encontrar uma linguagem que tenha suporte a scripts. Vai facilitar muito o seu trabalho. 🙂

  3. Sobre o algoritmo.
    Vejamos se eu entendi:
    Você mostraria algo parecido com isto 7 i 4 = 3, onde o usuário teria que substituir a i por um operador matemático, neste caso – (subtração). É isso? O problema que você tem é que você não gerar seqüencias como a anterior que tenham solução, é isso?
    Se a resposta para a última pergunta é sim, não parece tão complicado o algoritmo, esta é a minha solução:
    Primeiro geramos dois números aleatórios, que eu vou me referir a eles como A e C. Depois, eu gero outro número aleatório B entre 1 e 4. Agora o problema se divide em casos.
    Se B é igual a 1
    Crio outra variável D que é igual A+C. E mostraria na tela A i C = D (onde evidentemente i teria que ser substituído por uma soma)
    Se B é igual a 2
    Crio outra variável D que é igual A+C e mostraria na tela D i C=A (i subtração)
    Se B é igual a 3
    Crio outra variável D que é igual A*C e mostro na tela A i C =D
    Se B é igual a 4
    Crio outra variável D que é igual A*C e mostro na tela D i C = A
    Não sei se me expliquei bem, de qualquer maneira eu fiz um programinha em C que resolve o problema e subi no rapidshare(código+executavel para Windows): http://rapidshare.com/files/100927758/Op.zip.html

  4. Eu achei as imagens consistentes. Parecem do mesmo mundo, sim. Todas com contraste alto e com um toque surreal.

    Tu não teria problemas legais em usar a “arte” do Oblivion?

    Tem um tutorial (“para Photoshop”) que ensina a criar Concept Arts. O cara faz uma composição com fotos e o resultado final é incrível. E dá uma aparência de desenho. Que é o que você queria, ou viajei?
    Link tá aqui:
    http://psdtuts.com/tutorials-effects/create-spectacular-concept-art-in-photoshop/

    E, não sei se vai te ajudar (pelo menos a minha cabeça é uma bagunça), segue um link que mostrar como usar e criar mapas mentais: http://www.doceshop.com.br/blog/?p=368

    Para fotos “free”, indico: http://www.sxc.hu. A maioria das fotos são de graça para uso não comercial.

    E como disse o Viny, também estou ansioso pra ver os seus projetos. Não desista!

    Se precisar de algo quanto à programação, (edição/tratamento de) imagens, conselhos e críticas (hehe), dá um grito.

  5. Oi!
    Eu de novo 🙂
    Esses tutoriais ensinam uma técnica para dar o efeito de miniatura numa foto. Vê se ajuda.
    http://livingwithstyle.com/342065-photoshop-tutorial-creating-fake-miniature.html
    http://recedinghairline.co.uk/tutorials/fakemodel/
    http://www.tiltshiftphotography.net/photoshop-tutorial.php

  6. Não tem nada com o assunto do post, mas pode te interessar caso não tenha visto =]
    http://blog.wired.com/games/2008/03/the-graveyards.html

  7. Eu ia recomendar o freeMinds, mas o André chegou primeiro xD

    De qualquer forma, recomendo xP

    E quanto à parte de cenários, vc não conhece nenhum amigo designer pra te ajudar nisso? Facilitaria sua vida… Até pq estilos diferentes não é necessariamente um problema, desde o conceito ainda se atenha ao propósito do jogo e tal…

    Mas gostei desse outro jogo, adoro esse estilo de adventure /o/

  8. Obrigada pela indicação do FreeMinds e do Celtx, baixei os dois e instalei – embora esteja achando que vá usar uma ferramento do BrOffice mesmo para esquematizar os dialogos, eu AMEI o Celtx, espero usá-lo para fazer os storyboards.

    Daniel,
    o problema é um pouquinho mais complexo que isso 😛
    Seria uma sequência de 4 números, e o jogador colocar 3 sinais entre eles, sendo um deles obrigatoriamente o sinal de igual, claro. Como eu poderia criar uma sequencia assim e ainda ter uma sequencia possivel?

    Dadah, eu tinha acabado de jogar esse jogo quando você deixou esse link :p Na real, apesar de estar de olho nesse grupo, nao consegui me interessar mto. EU até joguei, mas poder só me mexer de um lado para o outro nao é exatamente o que eu consido um grande gameplay…

    E, para mim, jogos tem de passar emoções através do gameplay, nao de cinematics ;p pq aí vira um cinema qualquer.

    DNA,
    acho que todos os meus amigos são programadores xD Os pouquissimos que não são, não são tão fãs assim de jogos para me aturarem opinando xD Além do mais, eu gosto disso. Me irrito, mas eu gosto.

  9. […] FreeMind, uma ferramente livre para BrainStorm e organização de projetos Jump to Comments Num dos meus posts sobre desenvolvimento de jogos, eu perguntei se alguém conhecia alguma ferramente que poderia me […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: