Publicado por: miwi | abril 18, 2008

[Diário Gamedev] Um Projeto Sobre Cores

Eu sei, eu sei, a idéia era fazer um mini-projeto, mas eu acabei me empolgando quando li a respeito desse concurso. Não que eu tenha a mínima esperança de acabar um jogo a tempo, claro, mas eu acabei me empolgando com a idéia.

O prazo é até dia 8 de julho. Ou, o início das minhas férias ;p

O tema me chamou a atenção: cores. É, cores. Mais aberto impossível, eu sei, e era exatamente essa a idéia dos caras. Mas, eu adoro cores. Qualquer um que já tenha me visto pessoalmente deve ter percebido isso, já que eu adoro roupas coloridas ;p

E, de repente, nasceu uma idéia para um jogo. Uma idéia bem mais avançada do que a do outro adventure que eu tinha nos meus planos, onde tudo que eu tinha era… o sketch de um personagem.

Agradecimentos à LaHy e ao Cobo por me aturarem falando sobre o jogo e me ajudarem a ter mais idéias ;p

No post de hoje, vou apresentar meu novo projeto a vocês, sintam-se à vontade para dar sugestões. Já aviso que tem pouca coisa pronta, e obviamente os Puzzles e Spoilers não irão aparecer por aqui já que, bem, eu espero que vocês joguem o meu jogo depois e se eu contar tudo não tem graça, né? :p Mas, estou aceitando sugestões de Puzzles, e se eu usar a sugestão de alguém no jogo eu coloco nos agradecimentos, ok? =D

Projeto: Viva Colors!

Gênero: Adventure Point&Click

Objetivos com o projeto:

  • Apresentar ao jogador uma boa história, tocante e sensível, como alguns filmes, sem ser pesado. Algo singelo, sobre amizade, amor e lealdade. Num paralelo, seria algo com o mesmo espírito do livro O Pequeno Príncipe.
  • Fazer o jogador associar cores a idéias relacionadas a elas, como sentimentos, sensações, etc. Para tanto, boa parte dos puzzles do jogo serão baseados em cores – compreender a relação entre cores e quaisquer idéias relacionadas a elas deve ser fundamental para o progresso do jogador no jogo.

Visão geral (essencialmente, uma super resumida da introdução do jogo :p):

Nesse jogo, você é uma criança que pertence a um mundo sem cores. A criança vive muito bem, sem se preocupar com o fato do seu mundo não ter cores, afinal de contas, ela nem sabe que elas existem. Até que um dia chega uma caixa pelos correios. Quando a criança a abre, encontra um giz de cera… colorido. Ela fica fascinado pela cor, embora não saiba o que é aquilo. Girando o giz de cera, ela consegue ler algo: vermelho. “Vermelho”, ela se pergunta, “Mas o que é isso?”.

Intuitivamente, a crian;ca passa o giz de cera em um objeto que estava ao seu lado, e percebe que ele parece… impregnado com a mesma coisa estranha do giz de cera. Ela olha para o objeto, e exclama: “Vermelho!”.

Decidindo brincar um pouco, ela pega o giz de cera e o usa no bolo que está sobre a mesa. Dando uma mordida, ela descobre que ele está com um gosto diferente: gostoso, mas muito quente, e apimentado.

Fascinada, ela decide explorar o mundo com seu novo “brinquedo”.

Mal sabe ela o mundo que a espera do outro lado da porta, do lado de fora de sua casa…

Requisitos:

De Interface: Deve ser o mais simples possível, mas deve mostrar qual a “cor” atualmente selecionada pelo jogador para pintar os objetos. O jogador poderá escolher entre pintar um objeto ou interagir com ele (através de um “verb coin” personalizado), além de poder pintar, falar e interagir com pessoas. O jogo é todo em preto-e-branco, podendo ser modificado pelo jogador com as cores que ele tiver disponível. Os objetos devem armazenar suas cores atuais, para que o jogador tenha a sensação de estar personalizando seu ambiente, podendo ter um quarto da cor que quiser (desde que ele queira apenas cores primárias ou segundárias, claro)

De personagens: Deve haver pelo menos um personagem para cada cor relevante, representando-a. Para tanto, verificar alguns sentimentos comumente associados a cada cor (mais abaixo) e usar essas relações para construir os personagens. Eles devem ter diálogos interessantes, para que o usuário não se sinta tentando a ficar apenas clicando para pular os diálogos. O jogador deve se sentir “amigo” do personagem principal, portanto ele deve ser “moldado” de forma a facilitar esse tipo de relação.

De puzzles: o “tema” é cores, e elas serão utilizadas em boa parte dos puzzles. Mas, tomar cuidado para não ficar repetindo o mesmo tipo de puzzle – as pessoas não gostam de fazer várias vezes a mesma coisa.

De trilha sonora: a trilha sonora deve acompanhar o jogo, sendo marcante, mas não intrusiva. Selecionar alguma música que esteja em Creative Commons, talvez alguma música clássica. Devem existir músicas calmas e músicas mais rápidas, de acordo com o momento da história.

De gráficos: O único requisito aqui é que eu consiga aprender a mexer direito no Inkscape ;p E tomar cuidado de fazer gráficos que fiquem “agradáveis” tanto em preto-e-branco quanto pintados com alguma cor. Desta maneira, os objetos devem ser feitos em tons de cinza para evitar que eu os imagine com mais de uma cor, o que não seria possível no jogo.

O Cenário

(eu pensei em fazer alguns sketches desenhados para essa parte, aí eu caí na real e me lembrei que como desenhista/ilustradora eu sou uma excelente escritora, e resolvi apenas dar algumas descrições verbais)

O universo desse jogo não busca ser real, ou surreal – deve estar perdido em algum ponto entre os dois. Em preto-e-branco, deve parecer o mundo de um conto de fadas abandonado por uma criança.

Há pequenos sinais, pequenas pistas, de que este mundo preto-e-branco está “morrendo”: rachaduras nas paredes, lugares desertos, um cemitério não muito longe da casa do personagem principal. Nesses sinais, também deve existir um toque surreal: uma rachadura no céu, uma goteira em uma árvore, uma casa torta, animais de aparências distorcidas.

Ademais, ha uma fina camada de medo: os habitantes deste mundo ficam aparvalhados, amendrontados ao descobrirem o “poder” daquela criança que está colorindo o mundo. Ela logo irá descobrir que nem todos naquele mundo estão dispostos a aceitar algo novo tão facilmente quanto ela.

Personagens

Personagem principal: Uma criança. Ainda sem nome, porque eu sou péssima com nomes, mas até eu começar a programar o jogo eu devo conseguir alguma coisa. Um menino, para ser mais precisa, de cabelos curtos. É uma criança curiosa e brincalhona, como quase todas as outras, embora seja mais responsável do que a maioria: ajuda sua mãe em casa desde que ela ficou doente. Novamente, como é natural com crianças, tende a confiar demais nos outros, exceto naqueles que aparentem maldade. Mas é incapaz de distinguir sarcasmo, ironia e falsidade.

Mãe da criança: Uma mulher fraca, doente, de frases prontas. Reage de maneira aturdida e assustada diante das “cores”.

Melhor amiga da criança: que obviamente tem uma admiração secreta pelo rapaz, claro. É sonhadora, e fica fascinada pelo giz de cera colorido. Insiste para que ele lhe dê o giz de cera “como prova de amor”. Ao que a criança retruca “Mas eu não te amo!”, o que a deixa profundamente chateada e faz com que ela convença o menino a ajudá-la a encontrar outros desses giz de cera “mágicos”. De vez em quando fará parte da “equipe”, de vez em quando não (OK, na realidade eu sei exatamente até que ponto ela fará parte da equipe, mas esse é o tipo de coisa que eu não posso colocar aqui).

Personagens de cores:

(como eles são de cores se o jogo é preto-e-branco? Essa é outra das coisas que não vem ao caso revelar agora ;D)

(spoilers, isso daqui vai para o meu GDD ;D)

Referências:

Cores:

Primárias: Azul, Vermelho, Verde
Secundárias: Ciano (azul+verde), Magenta (azul+vermelho),Amarelo(vermelho+verde)

Psicologia das Cores:

  • Azul: harmonia, confidência, conservadorismo, austeridade, monotonia, dependência, tecnologia, liberdade;
  • Vermelho: paixão, força, energia, amor, velocidade, liderança, masculinidade, alegria (China), perigo, fogo, raiva, revolução, “pare”;
  • Verde: natureza, primavera, fertilidade, juventude, desenvolvimento, riqueza, dinheiro (Estados Unidos), boa sorte, ciúmes, ganância, esperança;
  • Ciano: elegância, humildade, respeito, reverência, sutileza;
  • Magenta: luxúria, sofisticação, sensualidade, feminilidade, desejo;
  • Amarelo: concentração, optimismo, alegria, felicidade, idealismo, riqueza (ouro), fraqueza, dinheiro;

Bom, acho que é isso, ao menos por hoje. Já é bastante coisa para ser colocada assim de uma vez em um post, não? Algumas coisas foram para o meu GDD privado porque, como eu já disse, seria muito sem graça da minha parte colocar isso aqui. Mas eu pretendo divulgá-lo junto com o jogo, para quem tiver interesse em ver depois de jogar. Se bem que eu acho que vou trancâ-lo em um arquivo com senha, e essa senha vai estar disponível no final do jogo, para ninguém ver o GDD com todos os detalhes antes de jogar xD

Existem ainda considerações sobre a língua do jogo (o concurso é de um site australiano, então eu não posso mandar um jogo em Português para lá :p), mas o jeito vai ser fazer o jogo em Português e então traduzi-lo, já que eu me expresso muito melhor em Português :p

Como bônus para quem chegou até aqui, uma tentativa de Character Set feita no Inkscape:

CharacterSet

Anúncios

Responses

  1. Não sei se vc já conhece esse site, mas se não conhecer, recomendo MUITO que vc veja ele pro seu jogo xD

    http://www.mariaclaudiacortes.com/

    Nesse site tem o Color in Motion, tese de mestrado da designer Maria Claudia Cortes, onde ela faz uma apresentação das cores e sua interação multimidia, além da representação de sentimentos, ações e cores relacionadas… /o/

  2. Incrível idéia miwi!
    Estou bobo de ver o detalhamento que você já tem sobre o jogo!! Faça a inscrição no contest pq eu acho que vc leva!!! E eu quero jogarr!!!

    Aqui vai uma coisa que, tomara, te dê um ânimo a mais pra levar esse projeto: http://img175.imageshack.us/img175/5170/vivacoloruj3.jpg

    (Eu não consegui me controlar dpois q li rsrsr tive que fazer)

  3. Meu, que desenho PHODA!
    Sério, amei! xD
    O menino ficou super fofinho e tal… queria saber desenhar assim =/

    DNA, vou ver esse site que vc indicou xD

  4. Que bom que gostoou!!!!!!! XDD
    Boa sorte no projeto!!

  5. Nossa muito interessante essa tua idéia, gostei!
    Eu adoro puzzles!! Agora vou ficar ansiosa para poder jogar! rsrsrs

  6. […] esse post possa refrescar sua memória. Isso, lá no final do post… […]

  7. estou pocurando algo mais simples vc pode me ajudar? È para criança de 5 anos.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: