Publicado por: miwi | agosto 18, 2008

O Futuro da Imersão nos Jogos

A legenda para este vídeo no site da BBC News é curta, mas é efetiva:

Computer graphics already provide stunning visuals and now designers are trying to make the feeling of playing games as realistic as possible.

This includes simulating what it feels like to be sliced with a sword or to have cockroaches crawling on your arm.

Designers Hirouki Kajimoto and Kanako Matsuo spoke to the BBC’s Rajesh Mirchandani about this latest innovation at the 2008 SIGGRAPH Conference & Exhibition in Los Angeles.

Nunca havia ouvido nessa SIGGRAPH mas, se ela está mostrando coisas como essa, ela já foi muito mais interessante do que a E3 desse ano… embora, é claro, eu dispense a oportunidade de ter a sensação virtual de baratas subindo pelo meu braço…

Alguns podem traçar um paralelo desta evolução com o Wii, o que não é de modo algum absurdo – afinal, isso é uma tentativa de aumentar a imersão do jogador de maneira tátil, o que o Wii também busca. Mas o foco de ambas as tecnologias podem se mostrar radicalmente diferentes: enquanto que o Wii busca atrair não-jogadores e pessoas que não jogam há muito tempo com controles fáceis de serem associados a outras atividades, como boliche, tênis, golf, etc, proporcionar ao jogador a oportunidade de sentir na pele o que está jogando pode atrair tanto jogadores veteranos quanto aqueles que mal sabem o que é um videogame: por um lado irá colocar o jogador no meio de uma batalha, podendo sentir o impacto do inimigo, como pode aproximar as pessoas de coisas que elas não poderiam fazer na “vida real”, como tocar bichos exóticos.

Embora, por bichos exóticos, eu prefiro leões, panteras e ursos do que baratas. Sério.

Imagina quando juntarem isso a gráficos top de linha e um óculos especial? Ou apenas aos gráficos top de linha, já que esse lance de óculos especial nunca dá certo…

Agora, imagem o cenário: Pokémon versão XYZ 3.0, com gráficos de dar inveja ao PS3 e no qual você pudesse tocar os bichinhos, tratar eles com carinho para que eles quisessem lutar, se aproximar de pokémons selvagens e fazer carinho neles…

Nossa, acho que até eu voltaria a jogar Pokémon…

Anúncios

Responses

  1. Putz, nem assim eu voltaria a jogar pokemon. Mas confesso que o Snap é divertido e o Stadium é realmente bom.

  2. É… e a galera que acha que holograma é uma tecnologia do futuro =P Por sinal parabéns pelo blog =D é raro encontrar blogs bons sobre essa area e ainda mais em português =D Continue assim =D Vou recomendar pra galera da faculdade (Design de games =D)

  3. Eu li sobre isso na G1! Fiquei imaginando: “por que raios eu iria querer sentir ser cortada por uma espada ou baratas andando pelo meu corpo…”
    Mas tem doido pra tudo nesse mundo xD

    E gostei da tua idéia de tocar nos pokemons! Ia ser fantástico! 😀

  4. Oi! Obrigado pelos comentários lá no blog (eles estavam em espera para moderação), não desisti da série do Gamedev é não, ainda tem várias frases listadas aqui, só que acabei priorizando outras coisas…
    Ah e nem preciso parabenizar por todos os textos excelentes daqui né, as outras pessoas já fazem isso hehe 🙂 (não comento muito mas a leitura é certa sempre que aparece algo novo no feed).

  5. Parece divertido xD

    Mas não sei… estamos caminhando, mas acho que o ideal (para mim) ainda seria diferente, claro que tudo evolui, alguém tem de dar o primeiro passo.

    Prefiro acreditar em… como posso explica isso ><

    *caçando links*

    Achei. Vi isso no meiobit um tempo atrás (mas sempre tive o mesmo pensamento desse cara).

    Isso é um exemplo de onde quero chegar, acho que quando entendermos 100% como o cérebro se comunica com o corpo e vice-versa isso vai ser muito interessante, inclusive para gamers.

    Momento vergonha – Teve uns epísodio de Yugioh que eles foram para um laboratório do Kaiba (eu sou uma criança feliz eu sei haeuheu)… eles sentaram em umas cadeiras todas tecnológicas e entraram em um transe/sono/coma e estavam dentro de uma “realidade virtual” induzida pelo cérebro deles, e parecia MUITO divertido. Eu sei, é um desenho… Mas o que custa acreditar? Espero estar certo e viver pra um dia aproveitar disso.

    Ah, claro! Enquanto isso, drogas fazem esse serviço aehahaeu 😡


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: