Publicado por: miwi | novembro 27, 2008

Santa Catarina está em apuros

As coisas estão turbulentas aqui em Santa Catarina – por pouco consegui ir de Joinville para Florianópolis, e ainda demorei 24 horas para fazer o trajeto todo. E eu ainda sequer fui afetada – não perdi meus pertences entre as desgraças que acontecerem, não vi parentes soterrados por causa dos desabamentos.

Tenho acompanhado um pouco do que tem acontecido, ultimamente mais pela TV e pela internet, e visto as mais diversas reações em blogs. Mas um post em especial quase me fez chorar. Mais do que as reportagens superficiais na TV, mais do que ver casas debaixo da água do meu lado enquanto eu viajava de ônibus. Um post num blog bem pessoal, da minha melhor amiga. Vou postá-lo aqui, já que eu acho que ele mostra melhor do que vídeos e fotos o que está acontecendo nas cidades mais afetadas pela chuva:

Para quem não sabe, eu sou catarinense, mais precisamente de Blumenau. Para quem andou em Marte nos últimos dias e não viu a tragédia que se abalou sobre o nosso estado, não se preocupe, a mídia não está repassando todas as informações então você não está tão alienado quanto pensa.

O fato é seguinte: a situação não é apenas calamitosa, é desesperadora.

Eu vejo na televisão eles falarem “enchente”, “enchente”, “enchente”, o que aconteceu aqui não foi apenas uma enchente. As enchentes do Vale do Itajaí acontecem quando as chuvas enchem o Vale à partir dos munícipios de Taió e Rio do Sul. Então o sistema de contenção de cheias é ativado e as barragens localizadas nesses municipíos são fechadas, impedindo que a água venha toda de uma vez e inunde as cidades abaixo.

Desta vez não houve chuva em Taió e Rio do Sul. Foi apenas uma enorme chuva na região de Blumenau, Gaspar, Luis Alves e Rodeio. Tanta chuva (900 milímetros) que o rio não conseguiu dar vazão para as águas que desciam dos morros e encheu 11,9 metros.

Teria sido apenas uma enxurrada com enchente que afetaria algumas pessoas se não fosse um detalhe: chovia em SC desde agosto praticamente todos os dias. Quem me conhece sabe como eu reclamava disso e inclusive colocava nos posts aqui do LJ “Chuvamenau”.

Tanta chuva já tinha deixado o solo enxarcado. Aqui entra a questão geográfica que as televisões e grandes sites da internet não são capazes de compreender. Como o nome diz: Vale do Itajaí é um vale (ohhhh), ou seja, como um vale é cercado de morros por todos os lados (ohhhh) vide uma vista de Blumenau AQUI. Como se pode ver pela foto: há morros. Muitos morros. A cidade inteira é repleta de morros. Você necessariamente tem que passar de um morro a outro, e a outro, e a outro para chegar em algum lugar.

Acontece que com tanta chuva (desde agosto) estes morros estão caindo. Todos eles estão desabando, derretendo feito sorvete em dia de verão de 40ºC. Não há um morro sequer sem deslizamento de terras. A maioria destes morros NÃO sofreram ocupação irregular como a mídia diz. Claro que um e outro sofria desse mal, mas na maioria deles as casas estavam legalizadas, eram terrenos seguros.

Tenho conhecidos que perderam tudo. Simplesmente tudo. A casa virou gravetos no chão junto com toda a mobília e o terreno. Nem o terreno ficou.

Tem morros sendo completamente interditados porque possuem rachaduras do topo até a base, estão cortados ao meio. A cidade está de fato desabando sobre nossas cabeças. Tem pessoas isoladas devido as quedas de barreiras. Uma das quatro estações de tratamento de água da cidade está sobterrada e o número de mortos divulgados não é o verdadeiro, eles estão omitindo mortes para não aumentar o pânico que se instaurou na cidade.

A situação de fato é de pânico.

Principalmente porque não há previsão de que pare de chover.

Santa Catarina pede ajuda, mas nem sabe por onde começar, o que fazer se tudo começa a desabar ao seu redor? O que fazer quando você sai da sua rua e vê dezenas de famílias descendo um dos morros, carregando tudo o que podem para um abrigo porque a Defesa Civil simplesmente diz que “O local está totalmente condenado”. O que fazer quando as pessoas neste abrigo tem que sair de lá porque até o abrigo passou a estar condenado?

As lágrimas caem de pesar pela dor das pessoas que perderam tudo, pela dor das pessoas que perderam entes queridos e principalmente, pela dor das pessoas que não conseguem encontrar seus famíliares. Vinte mortos? Saber que uma mulher necessita enterrar seu próprio marido pois está isolada e o corpo apodrecendo ao seu lado.E eles dizem vinte mortos.

Dezenove desaparecidos? É o que dizem os números oficiais, mas uma hora ouvindo a rádio local com pessoas pedindo pelo amor de Deus por notícias de seus famíliares para você entender que não há apenas dezenove desaparecidos.

Os geólogos que chegaram do Rio de Janeiro dizem que simplesmente o solo do estado está se desmanchando e que nunca viram nada igual.

Por favor, alguém diga-nos onde encontrar esperança numa situação como esta.

O que fazer quando você vê que tudo está, de fato, caindo. As casas ao redor caindo, as casas de amigos caindo, a bela Beira-rio caindo, o shopping caindo.

Se alguém souber de onde tirar forças para reconstruir uma cidade neste estado, por favor, Santa Catarina agradece porque ninguém sabe o que fazer.

Sim, nós estamos com problemas – todos nós, catarinenses, devemos nos solidarizar. Algumas pessoas estão perdendo TUDO por causa dessas chuvas, de bens materiais a entes queridos.

Existem postos de arrecadação nos mais diversos lugares – amanhã eu vou levar alguns alimentos lá na reitoria da UFSC, mas quase todo lugar de SC tem algum tipo de post de arrecadação, especialmente nas cidades ao leste de SC, onde ocorreram as chuvas.

Quem puder, por favor, ajude. O clicRBS possui uma lista de maneiras de como ajudar, com lugares de arrecadação e números de contas da Defesa Civil, o blog Alles Blau possui notícias sempre atualizadas sobre o que está acontecendo na região de Blumenau, que foi uma das mais afetadas e o twitter-theme #blumenau sempre possui comentários.

Se não puder ajudar doando alguma coisa, ajude divulgando. Ajude mandando cartas reclamando de declarações EXTREMAMENTE INFELIZES do nosso governador como essas:

Questionado se esse era o momento para deixar o estado e entregar o convite a Lula, o governador disse que sim. “Esse é um evento mundial de turismo e ele é tão importante para o estado como reconstruir o que a tragédia provocou”, argumentou.

e

“O Brasil está solidário com Santa Catarina e vamos reconstruir o que for necessário para receber os turistas na temporada de verão”, ressaltou Luiz Henrique.

Gente, óbvio que o turismo é importante para o estado e um dos maiores geradores de renda para a região, mas não é a hora, não é o MOMENTO para nos lembrarmos disso. O momento é de se preocupar com os CATARINENSES, com as pessoas que estão passando, que viram sua vida mudar da noite para o dia. Sim, uma parcela bastante razoável dessas pessoas são pobres, provavelmente contribuíam muito menos com impostos para o estado do que os famigerados TURISTAS, mas isso vem ao caso? Isso tem alguma importância? Meu deus, chegamos a um ponto tão triste do capitalismo que não pensamos mais em dividir o pão para o faminto porque nós talvez tenhamos de diminuir a sobremesa por causa disso?

Sinceramente, como muitos, estou cagando e andando para os turistas.

Anúncios

Responses

  1. Nossa eu recebi umas fotos de blumenau, a situação tá tensa…

    Hoje ao abrir minha conta do banco tinha uma nota falando de doações, achei interessante, ainda não contribui mas assim que receber meu 13º vou tentar dar uma ajuda, por menor que seja acho que é valida, se cada um contribuir com o que pode, aos poucos conseguiremos reconstruir a cidade…

  2. eu já ia dizer para vc se certificar de que é a conta da defesa civil mesmo, pq tem mto golpista se aproveitando da desgraça alheia por aí, mas acho que o banco não faria isso… xD

  3. E agora que as águas já baixaram, parece cenário de guerra. Onde não tem entulho tem muita lama. Uma coisa horrível.

  4. A situação está critica mesmo, eu fiz uma doação.
    Mas o povo não está conseguindo ter nem o mais fácil que é esperança, aí fica muito mais difícil.

    O povo brasileiro como sempre tem ajudado muito mais do que os governantes…

  5. É uma pena que tudo isso aconteça, mas a força da natureza infelizmente é insuperável, só temos mesmo que nos precaver de uma forma possível para que não ocorra novamente. Utilizando de obras consistentes e planejamento creio que num futuro tudo isto que ocorreu poderá ser evitado.

    No mais, já fiz minha doação para SC. =)

    Que bom que vc tá bem Cindy… =***

  6. Oh eu não tinha visto isso antes. Obrigada por dedicar um espacinho do seu blog pra minha cidade tão amada cincin i.i Vc sabe que apesar de eu querer fugir desse país eu amo Blumenau e… É tão triste ver tudo isso.

    Mas tudo bem, eu vou ajudar a reconstruir a cidade, me formar e então fugir, não tem problema u.u'V

  7. […] lá, que se cada um fizer sua parte, aos poucos SC irá se recuperar. E faço das palavras da Miwi as minhas: Se não puder ajudar doando alguma coisa, ajude […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: