Publicado por: miwi | dezembro 28, 2008

Configurando Um Tri-Boot: Windows, Ubuntu e openSolaris

Ubuntu logo
Image via Wikipedia

Como vocês já sabem, faz algum tempo que eu estou usando o Ubuntu como meu sistema operacional preferencial, já que ele funciona melhor do que o Windows no meu notebook – detecta as coisas que é uma maravilha, é mais bonito, tem programas bacanas e, claro, é livre. Mas uma dúvida que eu tinha era… como instalar o Ubuntu? Como criar as partições?

Aliás, não sei quanto a vocês, mas eu sou o tipo de pessoa que treme só de pensar em mexer com partições. Até cheguei a criar uma partição para o Ubuntu com o EASUS, apenas para descobrir que era muito mais prático fazer isso quando estivesse instalando o Ubuntu…

Afinal, como Instalar o Ubuntu depois do Windows Vista?

Isso é EXTREMAMENTE simples – a menos que o seu computador resolva entrar em pane contra o Ubuntu, claro, e faça coisas estranhas como não reconhecer dispositivos e periféricos.

A primeira coisa que você deve fazer é baixar e gravar uma cópia do Live CD do Ubuntu. Depois, é só reiniciar o seu PC com o CD no drive que ele deve iniciar o Ubuntu automaticamente (se isso não acontecer, verifique nas suas opções de boot, aperta F12 ou uma tecla assim ao iniciar seu sistema para entrar na tela de configurações e alterar a ordem de boot para que o boot via CD tenha prioridade).

Depois de ver o Ubuntu funcionando e verificar que ele está detectando seus dispositivos (pelo menos uma parte razoável deles), é só clicar no link de "instalar" no desktop. O processo não poderia ser mais simples, é o tipo de processo que você vai clicando e quando você vê está pronto.

Uma descrição completa de como proceder pode ser encontrada na wiki do Ubuntu, mas eu acho que a única parte que realmente merece uma atenção especial é justamente na parte das partições:

Particionando o disco para instalar o Ubuntu

Você deve escolher o modo "GUIADO" e então redimensionar sua partição conforme desejado – esse screenshot, retirado do wiki do Ubuntu, é antigo e atualmente essa tela é bem mais… simpática, e deve ser mais simples selecionar o tamanho desejado da sua instalação.

O mais indicado é criar uma pequena partição para o Ubuntu (15~25 GB), onde cabem com tranquilidade o sistema e todos os programas que você quiser, e criar outra partição em sistema NTFS (seja com o EASUS ou com o Parted Magic… embora eu prefira o Parted Magic) para colocar suas músicas, vídeos, jogos, etc, que poderão ser acessados tanto pelo Ubuntu quanto pelo Windows.

Mas, claro, isso vai de cada um. 🙂

Depois disso, você já deve estar com o Ubuntu e o Windows em dual-boot sem maiores problemas 🙂

Se você quer um bom sistema operacional alternativo ao Windows, você pode parar por aqui. Mas se você está querendo aprender mais sobre seu pc e sobre os diferentes sistemas operacionais, você possivelmente vai querer instalar outros sistemas operacionais.

Aqui, eu instalei também o openSolaris, criando um verdadeiro tri-boot – mas, atenção, o openSolaris não é nem de longe tão "amigável" quanto o Ubuntu, embora seja consideravelmente mais simpático do que os meus primeiros contatos com o mundo "aberto", no qual instalar periféricos simples era um verdadeiro pesadelo.

Skin Open Solaris para NotebookopenSolaris? O que é isso?

O openSolaris é uma distribuição open source do sistema Solaris, da Sun Microsystems. Tá, mas e daí? O que esse sistema tem de interessante para que eu queira instalá-lo?

Bom, por ser da Sun, espera-se um suporte razoável a aplicações relacionadas a Java e outras tecnologias da empresa, o que é bom para quem desenvolve em Java.

Por acaso, eu sou uma desenvolvedora Java. 

Algumas outras ferramentas interessantes para desenvolvedores são o DTrace, para diagnosticar perfomance de sistema, debug, etc, o sistema de arquivos ZFS, criado pela Sun, além de ter várias outras ferramentas às quais os usuários Linux já estão acostumados: gerenciador de pacotes, interface gerenciada pelo Gnome, etc.

Mas o melhor motivo mesmo é ter o open Solaris para poder usar um skin no seu notebook como o da foto acima… lindo, não? Ainda vou comprar uma skin bacana para o meu notebook… ou eu aceito de presente. Sério. Meu notebook tem tela de 13.3". Não que eu saiba porque eu ainda digo que aceito algo como presente, já que nunca deu certo mesmo…

Enfim, sem devaneios! Vamos ao que interessa: como colocar o Open Solaris num sistema que já tenha o Ubuntu (ou outra instalação Linux qualquer) e Windows.

Há uma alternativa interessante para quem quer testar o sistema sem precisar baixar o Live CD: o OpenSolaris Learning Cloud. Você tem de se registrar (o registro é gratuito) e então se logar no sistema e ver como ele funciona, direto do seu browser, sem precisar configurar nada. Não cheguei a testar aqui porque a minha internet está TERRÍVEL, mas se alguém testar, por favor, diga o que achou da experiência.

Baixar e Instalar Open SolarisInstalando o Open Solaris

Ao contrário do Ubuntu, o instalador do open Solaris não é lá muito bom com partições – é melhor você criar uma partição para ele primeiro com o Parted Magic.

Atenção: Deve ser uma partição do tipo linux-swap (que tem a mesma descrição do tipo do Open Solaris e por isso é reconhecido pelo sistema) e deve ser uma partição PRIMÁRIA. Se você criá-la dentro da partição extendida, o open Solaris não irá reconhecê-la.

Para criar a partição, utilize o GParted (via Parted Magic, embora você possa abri-lo de dentro do Ubuntu, eu não acho muito recomendável), redimensione alguma partição para poder criar mais uma partição primeira ou formate uma partição primária existente para o formato de Linux-Swap.

Feito isso, você já pode baixar e gravar o Live CD do Open Solaris, reiniciar o sistema com o CD no drive e ir para o Live CD do Open Solaris.

Novamente, você pode brincar um pouco com o sistema antes de resolver instalá-lo, embora eu normalmente nem preste muita atenção nisso, já que a perfomance do sistema rodando via CD é ridícula, ao menos no meu notebook.

É só clicar em instalar, esperar um pouco (demorou um bocado para aparecer a tela de instalação, foi só comigo?) e ir seguindo os passos. Novamente, é bem simples, só precisando de um pouco de atenção na hora das partições: Escolha a partição primária que você criou e não mexa nas outras.

Feito isso, a instalação é bastante simples. É só terminar e, quando você reiniciar, vai ver o GRUB com o Open Solaris e o Windows… MAS PERAÍ, CADÊ O UBUNTU?

Pois é. Ele não reconhece o Ubuntu. O negócio é:

  1. Recuperar o GRUB do Ubuntu
  2. Adicionar uma entrada para o Open Solaris no GRUB do Ubuntu

Para a primeira parte, aqui estão os passos:

  1.  Efetuar o boot pelo LiveCD;
  2. Abrir o terminal e digitar

    sudo grub
     

  3. Digitar

    find /boot/grub/stage1
     

  4. O resultado vai ser algo do tipo "(hdX,Y)". Digitar, então

    root (hdX,Y)

    onde X e Y são os valores encontrados como resultado do comando find.
     

  5. Digitar

    setup (hdX)

  6. Digitar

    quit

     

  7. Reiniciar o sistema. Deve funcionar.

Esse é o jeito mais simples de recuperar o GRUB, e deve funcionar na maior parte dos casos. Se der algum problema com o Live CD do Ubuntu, você pode tentar com outro live CD de distribuição semelhante, como do Linux Mint ou do Debian.

Outros métodos para recuperar o GRUB podem ser vistos aqui.

Claro, outra maneira de fazer isso seria instalar o Ubuntu depois do Open Solaris. Se você estiver indo instalar os dois, fica a dica – mas como o Ubuntu é um sistema mais conhecido, é provável que muitas pessoas já o tenham quando forem querer instalar o Open Solaris e é importante saber como recuperar o GRUB antigo, não é mesmo?

Para a segunda parte, de adicionar uma entrada para o Open Solaris, consiste no seguinte:

  1. Abra o terminal
  2. Digite sudo gedit/kate/pico/(insira aqui seu editor de texto simples favorito) /boot/grub/menu.lst
  3. Adicione isso no final do arquivo, depois da última linha:

    title Open Solaris
    root (hdX,Y)
    chainloader +1

  4. Onde X e Y correspondem à partição do Open Solaris. Dica: X é o número do HD. Se você só tiver 1, esse número será 0. Se você tiver mais de um, o número do primeiro HD é 0, do segundo é 1, e assim por diante. O Y é a partição lógica. Se estiver na dúvida, abra o GParted (digitando sudo gparted em um terminal ou indo em Sistema -> Administração -> Editor de Partições) e veja qual a partição do Open Solaris. Se for sda6, Y será igual a 5, se for sda5, será igual a 4, e assim por diante (essa diferença de 1 se deve ao fato da contagem começar em 0).
  5. Pronto! 🙂

Agora, você já pode ter seu sistema com três sistemas em tri-boot 🙂 Uma última dica, para configurar o teclado no Open Solaris para quemt tem teclado ABNT2 (provavelmente é o seu, se o seu teclado tem cedilha):

  1. Abra um terminal e digite:  pfexec setxkbmap -rules /usr/X11/lib/X11/xkb/rules/xorg (pfexec sendo uma espécie de "sudo")
  2. E depois digite: pfexec setxkbmap -model abnt2 br 
  3. Pronto, está feito 🙂

Espero que aproveitem bem esse tutorial, e que ele ajude algum outro aventureiro por aí. Como não sou uma super especialista no assunto, sintam-se à vontade para elogiar, criticar e fazer correções.

E sintam-se à vontade para me dar uma skin de notebook legal. Sério.

 

 

 

 

 

Reblog this post [with Zemanta]

 

Anúncios

Responses

  1. Hmmm

    Bom tutorial, to querendo instalar alguns sistemas novos aqui pra testar, então acho que o OpenSolaris vai ser um deles! hehehe

  2. Para quem tem medo de particoes e/ou gosta de se aventurar em testar outros sistemas operacionais , pode usar o VMware Player ou o Virtual box , entre outros

  3. Exelente tutorial! Tive a mesma surpresa (desagradável!) quando ví que o novo GRUB da Sun não reconhecia o Ubuntu. Uma limitação que merece ser corrigida por eles logo…
    Mas, na verdade, eu vou fazer um pouco diferente: Eu gostei mais do GRUB do openSolaris do que o monocromático Ubuntu. Vou incluir a entrada do Ubu no GRUB da Sun que é bem mais… amigável ^^.
    Boa sorte com sua skin xD

  4. Eu não consegui colocar a entrada no grub da sun que funcionasse, mas a imagem do grub do ubuntu que eu coloquei tah legal… a entrada da sun para o ubuntu manda pra grub do ubuntu! Valeu kra! Ate

  5. Cara se quiseres posso agilizar um skin semelhante ao que fiz na minha máquina http://osum.sun.com/profiles/blogs/2181626:BlogPost:743184

  6. Ou tu podes obter a imagem para impressão aqui http://osum.sun.com/profiles/blogs/2181626:BlogPost:696131


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: