Publicado por: miwi | setembro 17, 2007

Visitar os amigos… [+: Não assistam Magnólia!]

Quem me conhece um pouco sabe que eu sou um verdadeiro “bicho do mato”. Ou melhor, um “bicho de casa”: o meu mundo seria perfeito se tudo tivesse disk – disk-faculdade, disk-supermercado, disk-camelô, disk-cinema… e seria perfeito ter uma casa maior, também, porque passar o tempo todo nesse meu apartamento xué de universitária também não é lá tudo aquilo…

Mas, voltando ao assunto… justamente por isso é um fato razoavelmente raro eu viajar para algum lugar que não seja a casa dos meus pais. Fora a casa dos meus pais, o outro local que eu gosto de visitar é a casa da minha melhor amiga, a Patricia.

Patricia, para vocês. Para mim, ela é minha vaquinha do coração :*

E, portanto, eu e meu namorado irmos para Blumenau para “ir num evento de anime” não é algo tão estranho se você perceber que o evento era só a desculpa para ir visitar minha melhor amiga.

Sabem aquela história de que não fazer nada sozinho é diferente de não fazer nada com um amigo? É verdade. Eu odeio ficar em casa sem fazer nada, mas quando eu estou com meus amigos, é diferente: ficar lendo mangá do lado deles passa a a ser um programão, andar por aí olhando a paisagem não é mais tão tedioso.

Sim, esse é um post “minha vida”, e daí? Eu não tenho mais fotolog, mas às vezes eu preciso contar um pouco dessa minha vidinha, hehehehe… 😉 Muito embora isso seja ligeiramente inútil, já que as duas únicas pessoas que lêem este blog são… a minha melhor amiga e o meu namorado. Que estavam comigo na viagem. Mas, enfim.

Ah, há algo importante sim a ser dito mesmo para quem não tem o mínimo interesse na minha vida pessoal: NÃO ASSISTAM MAGNÓLIA! Ele pode tentar enganá-lo, fazendo-se de inteligente e profundo, mas não se deixem enganar! A melhor coisa do filme é o Tom Cruise de cueca branca… mas a cena tornou-se absolutamente broxante ao vê-lo falar daquele jeito sobre sexo/mulheres. Mas nem é essa a minha reclamação: era o personagem dele, e personagens tão estereotipados podem se tornar interessante se bem trabalhados.

O que, infelizmente, não é o caso.

Ele não é engraçado… o mais perto que chega disso é quando começam a chover SAPOS. Mas é algo tão absurdo e fora de lugar que você dá uma risada e depois volta a fechar a cara e pensar “oh, claro, agora não falta mais nada de idiota para acontecer”…

Ele não tem suspense… ele sequer tem uma história, pelo amor de deus. São apenas pequenos “trechos” das vidas daqueles personagens. Você já viu filmes assim, e talvez já tenha visto bons filmes assim: histórias recortadas e coladas novamente, mas que no final, de alguma maneira, se unem para contar algo maior e mais profundo. Novamente, não é o que acontece aqui: os dilemas pessoais dos personagens, assim como os próprios personagens, são puro cliché.

Ele não é inteligente, nem profundo. Ele não tem uma história que te comova.

Não, ele não é inteligente. Como poderia ser? Os personagens? Um garoto super inteligente que passa a se sentir “explorado” pelos adultos? O cara que era uma criança brilhante e se tornou um adulto fracassado? O velho rico e importante que deixou seus amores para trás e que, ao estar morrendo, percebe que fez uma escolha idiota para sua vida? O homem que ganha a vida dando seminários a homens mal amados e dizendo “respeitem o pênis”? E que faz isso porque teve problemas familiares? A garota viciada em cocaína porque o pai abusou dela e que transa com qualquer um, mas que está atrás de um grande amor? O policial “correto” e que está nessa profissão porque quer ajudar as pessoas?

Não me entendam mal: todos os personagens são, no fundo, clichés: todos os tipos de personagem já foram usados, se você os olhar apenas superficialmente. Mas, ao se olhar melhor, espera-se encontrar características especiais, detalhes, qualidades, defeitos, temores, manias, que tornem esses personagens “únicos”. Não há nada disso no filme; a personalidade de qualquer um deles cabe numa colher de chá.

A trama? QUE trama? Não há nada de original, nenhum desenrolar inesperado, nenhuma idéia interessante. NADA. Em um filme de três horas, apenas 3 coisas chegaram a chamar a minha atenção:

a) o “prólogo”, que citava 3 histórias e as chamava de “coincidências”… a história do rapaz que tentou se suicidar e morreu assassinado pelos pais é deveras interessante…

b) os sapos. foi completamente absurdo e eles nem tentaram explicar o absurdo, mas foi um momento interessante ver os sapos caindo do céu, vá lá. Por uns 30 segundos. Aí eu voltei a achar o filme absolutamente tedioso.

c) o Tom Cruise de cueca branquinha. Não, amor, péra, não fica com ciúmes, volta aqui! É só um filme, bobo!

Bom, vou me despedir aqui com duas fotos bem emblemáticas do final de semana:

dieRBD 

1. Nunca, nunca faça um pseudo-cosplay de RBD perto de seus amigos que odeiam a banda! Era para ser uma fantasia genérica de colegial japonesa com coturnos, mas acho que a semelhança ficou inevitável…

2. Mentira, eles me torturam assim mesmo quando eu não estou de fantasia de rebelde, ha!

3. Adoro esses dois 🙂

 Eu e meu Chocobo de estimação :)

1. Este é o meu namorado, o Cobo.

2. Este é o meu Chocobo, o Cobo.

3. Este é o meu Cobo, o chocobo.

Anúncios

Responses

  1. guuueeeeeeeeec *em chocobo quer dizer: TE AMO*
    E QUE BAITA FILME RUIM
    SÉRIO
    MUITO RUIM
    meu, eu pensei que ia ter uma ligação entre os casos, que nao eram apenas retardadices quaisquer, mas no final, eram.
    e vc ainda conseguiu escrever um monte sobre ele, parabens amor
    e fazer alguma coisa ao seu lado é sempre bom
    *mas por favor, sem magnólia*
    nhaaaaaaaaaa
    final de semana beeeeeeeem perfeito
    te amo mor mor
    :*********:

  2. Eu tbem leio seu blog
    xD~

    hehehe…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: